COMO ESCOLHER EMPRESAS COLETORAS DE RESÍDUOS PARA A OFICINA MECÂNICA

O descarte de lixo de oficina mecânica

 

Quer ter uma oficina mecânica organizada e sustentável?

Implante a coleta seletiva, conscientize os colaboradores e saiba como selecionar as melhores empresas para a coleta dos resíduos sólidos gerados dentro da sua oficina!

Antes de iniciar o tema, é preciso ter conhecimento de alguns detalhes que farão a diferença na escolha das empresas coletoras.

Leia o artigo: Como implantar os 5 sensos da qualidade na oficina mecânica

Implantação da Coleta Seletiva na Oficina

A coleta seletiva de resíduos é o ponto de partida para realizar a gestão de resíduos sólidos gerados no empreendimento.

A foto acima ilustra a falta de gestão sobre estes materiais e o prejuízo para a empresa que trata os seus próprios resíduos sólidos desta maneira.  Neste caso a única alternativa correta, devido a mistura dos resíduos e a presença de óleo lubrificante, é o descarte dos resíduos da oficina mecânica como contaminados, ou sem condições de separação, e pagando caro por este erro.

Com a implantação da coleta seletiva a sua empresa inicia um processo de redução de custo com o descarte ambientalmente correto de cada um dos resíduos gerados.

Ainda, levando em consideração a imagem acima, caso a coleta seletiva estivesse implantada na empresa, não haveria a mistura dos resíduos e somente seriam encaminhados para um aterro industrial, ou para incineração em fornos industriais, os filtros de óleo, papelões com óleo e os filtros de ar.

Os frascos plásticos de óleo teriam como destino a logística reversa, que não tem custo para os geradores.

Os papelões, plásticos e metais seriam encaminhados para empresas que realizam a reciclagem destes resíduos e os valoram para a empresa geradora.

Mas para que isto aconteça de fato, os resíduos precisam estar separados e entregues para empresas habilitadas.

Portanto, a coleta seletiva se inicia no momento em que os funcionários descartam os seus resíduos utilizando os coletores identificados, conforme a Resolução CONAMA 275, continua na coleta interna com o acondicionando destes resíduos, e são armazenados separados em áreas próprias denominados de DIR - Depósito Intermediário de Resíduos e termina quando a empresa coletora realiza a coleta para a destinação final.

Estes procedimentos geram um ciclo que se repete constantemente enquanto houver a geração de resíduos na empresa.

A destinação final adequada dos resíduos sólidos é obrigatória por lei, deve ser realizada somente por empresas coletoras autorizadas junto aos respectivos órgãos ambientais e formalizada com as respectivas documentações ambientais.

Este e outros processos ambientais, como a conscientização dos colaboradores, devem estar registrados no PGRS - Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos das empresas que geram resíduos sólidos, como as oficinas mecânicas e outros empreendimentos e podem ser solicitados, quando da renovação do Alvará de Funcionamento, pelos órgãos ambientais locais.

Portanto, a seleção de empresas coletoras de resíduos formalmente regularizadas é fundamental, visto que a documentação ambiental destas empresas e os certificados de coletas e da destinação final dos resíduos deverão ser anexados ao PGRS da sua empresa.


Conscientização ambiental dos colaboradores

Antes de iniciar a conscientização interna dos empregados, os recipientes coletores de resíduos já devem estar identificados e dispostos conforme os resíduos são gerados em cada área da empresa.

Ou seja, não se coloca na área administrativa um coletor identificado para receber frascos plásticos de óleo que somente é gerado na oficina, ou na área da oficina um coletor para receber bitucas de cigarro que deve ter áreas específicas na empresa para o uso dos fumantes!

A conscientização da sua equipe sobre os novos procedimentos para o descarte correto dos resíduos será, sem sombra de dúvida, fundamental na implantação da Coleta Seletiva.

Apesar de ser um processo simples de descarte no qual o colaborador deve utilizar um coletor apropriado, geralmente as pessoas não dão a devida importância ao fato e acabam misturando resíduos e comprometendo esta ação tão importante que reduz a exploração de recursos naturais e disponibiliza matéria prima mais barata e de qualidade para o fabrico de novos produtos.

Uma sugestão é fazer na divulgação da implantação da Coleta Seletiva um momento importante para a empresa.

É fundamental a participação do gestor, ou do dono do empreendimento e um convidado especial para realizar uma palestra de conscientização. 

Caso já exista alguma empresa coletora que esteja recolhendo os resíduos na empresa, peça a colaboração desta empresa para que realize a palestra sobre a importância da Coleta Seletiva.

Assim, buscar o diferencial de "oficina verde" ou "oficina sustentável", passa pela coleta seletiva de resíduos, também pela conscientização dos colaboradores e pela correta destinação final dos resíduos!

Converse com os seus clientes!  Muitos deles irão confirmar a preocupação ambiental e que optariam por oficinas mecânicas que praticam boas práticas ambientais demonstrando que os resíduos gerados na manutenção de seus veículos são corretamente descartados de modo a não afetar o meio ambiente.

Acesse o link: Coleta Seletiva dos Resíduos Sólidos

Agora, entrando no tema deste artigo, apresentamos vários aspectos que devem ser avaliados para a escolha das empresas de coletas que irão realizar o descarte dos resíduos gerados dentro da sua oficina mecânica.

É isto mesmo! A gestão adequada dos resíduos da sua empresa não pode ficar a cargo de apenas uma empresa coletora de resíduos, visto que dificilmente apenas uma empresa tenha as devidas licenças ambientais para encaminhar todos os resíduos gerados, sejam estes recicláveis ou contaminados com óleo.

Também, não dá para pensar que apenas colocando os seus resíduos na calçada para a coleta pública estes resíduos desapareceram num piscar de olhos!

Lembrando que há legislação sobre a destinação de resíduos para a coleta pública.  Em Curitiba, por exemplo, não é permitido a disposição para coleta pública acima dos 600 litros por semana, somando as coletas semanais do lixo comum com a coleta do lixo que não é lixo.

Lembre que sua empresa deve atender às exigências ambientais com a apresentação da documentação apropriada para a renovação do seu PGRS ou da Licença ou Autorização Ambiental de Funcionamento do seu empreendimento, assim é necessário que destine adequadamente os resíduos que são gerados na sua oficina mecânica para empresas certificadas pelos órgãos ambientais.

 

Resíduos que normalmente são gerados numa oficina


Norma técnica para classificação de resíduos sólidos: ABNT NBR 10004



PERIGOSOS e CONTAMINADOS:
Filtros de óleo, ar e combustíveis, estopas, panos, borras diversas, varrição da oficina, borrachas e correias, tubos e frascos de produtos químicos, fitas adesivas, EPI´s, OLUC - Óleo Combustível Usado ou Contaminado, solventes, lubrificantes, pneus, lâmpadas, parabrisas, baterias automotivas e outros;


RECICLÁVEIS:
Papelão e papéis limpos, plásticos e peças plásticas geral, peças mecânicas em geral, tambores, bombonas plásticas, ferramentas, acessórios e outros.


Para cada um destes resíduos perigosos, contaminados ou recicláveis, há uma destinação final adequada, tanto ambiental quanto econômica.

Conhecer este fato é fundamental para que a sua empresa não desperdice recursos financeiros que poderão ser usados, para atender custos como: documentações ambientais, equipamentos ambientais, promover a sustentabilidade, ou até mesmo às exigências de clientes que buscam empresas ambientalmente corretas!

Mas, porque não posso destinar os meus resíduos para apenas uma empresa?

A ideia é utilizar os recursos disponíveis no mercado e apenas pagar o que é realmente indispensável.


A logística reversa é um exemplo destes recursos que não gera custos para a sua oficina mecânica.

Veja alguns dos itens relacionados acima que podem ser encaminhamos corretamente, com documentação ambiental adequada e sem prejudicar o meio ambiente: Pneus, vidros e parabrisas, frascos de óleo, pilhas e baterias, chumbo de balanceamento, lâmpadas prediais, isopor, eletrônicos, banners e até mesmo bitucas de cigarro.

Por outro lado, quando é necessário pagar para destinar corretamente os resíduos contaminados ou perigosos, devemos contratar empresas que coletam estes resíduos e os encaminham, preferencialmente, para o coprocessamento que é a forma ambientalmente correta, cessando a responsabilidade do gerador por qualquer dano ambiental que possa ocorrer depois da incineração em fornos de cimenteiras.



Como as oficinas mecânicas, com porte reduzido, devem armazenar e encaminhar os resíduos gerados?


Vamos considerar oficinas mecânicas com porte reduzido as oficinas mecânicas ou auto centros que gerem até 600 passagens mensais de clientes para manutenções em seus veículos ou que não usufruam de espaço físico apropriado para o armazenamento e a coleta dos seus resíduos ou a adequada logística interna de terceiros para realizar a coleta dentro do seu empreendimento.


Neste grupo específico identificamos uma quantidade menor de resíduos gerados e a dificuldade para encontrar empresas coletoras de resíduos que os atendam de forma adequada e até mesmo personalizada.


Então, para escolher a empresa coletora de resíduos, sejam eles perigosos, contaminados ou recicláveis, que melhor se enquadre às suas necessidades devemos considerar os seguintes aspectos:



1. A ESTRUTURA DA OFICINA MECÂNICA COM PORTE REDUZIDO:

  • ESPAÇO FÍSICO REDUZIDO: Nestas oficinas geralmente o local aonde são armazenados os resíduos gerados, denominado tecnicamente de Depósito Intermediário de Resíduos - DIR, fica localizado nos fundos do empreendimento.

    Esta condição, alinhada a outras, causam alguns problemas, como: acesso de terceiros para coleta de resíduos em áreas que geralmente deveria ser restritas aos colaboradores internos, maior distância desta área até o veículo utilitário do coletor, transporte dos resíduos internamente com possibilidade e causar danos nos veículos em manutenção, sujeira no piso da oficina, dentre outros.

    Sabemos que a fachada do seu empreendimento é o cartão de visitas para o seu cliente, mas a melhor situação para evitar problemas é posicionar o DIR mais próximo possível da entrada do seu empreendimento. Isto ajudará você a administrar melhor este problema.

    Importante: esta condição também é verdadeira para a instalação da Caixa Separadora de Água e Óleo - CSAO, pois há a necessidade da lavação deste equipamento com a devida periodicidade, e as empresas que executam este serviços se utilizam de caminhões de grande porte e carga.

    Leia os artigo: A CAIXA SEPARADORA DE ÁGUA E ÓLEO NA PRÁTICA

  • VEÍCULO UTILITÁRIO DA EMPRESA COLETORA DE RESÍDUOS PERIGOSOS, CONTAMINADOS OU RECICLÁVEIS:

    A impossibilidade do estacionamento do veículo utilitário da empresa coletora de resíduos na sua rua e, preferencialmente, em frente ao seu empreendimento, e a dificuldade de manobra do veículo utilitário do coletor no pátio da oficina mecânica ou do auto centro.

    Portanto, nossa sugestão para a seleção da empresa coletora é exigir o atendimento da sua oficina mecânica com veículos utilitários coletores de pequena ou média capacidade.

    Dentro da sua empresa estes utilitários de carga poderão utilizar um box de serviço vazio, ou uma vaga de estacionamento específica para tais serviços e para fornecedores e não irão interromper as atividades da sua oficina mecânica.


2. A ESTRUTURA DA EMPRESA COLETORA DE RESÍDUOS:

  • DOCUMENTAÇÃO AMBIENTAL VIGENTE:

    Após encontrar a empresa coletora que lhe atenda com um utilitário que não lhe vai causar maiores problemas dentro da sua oficina, agora é hora de verificar a documentação ambiental.

    Geralmente estas empresas devem obrigatoriamente apresentar uma Licença de Operações para coleta e transporte de resíduos, sejam eles reciclados e/ou contaminados com óleo, isto estará descrito neste documento.

  • FORMA DE DESTINAÇÃO FINAL QUE SERÁ DADA AOS RESÍDUOS COLETADOS:

    Todas as empresas que recolherem resíduos da sua oficina mecânica devem emitir o CDF - Certificado de Destinação Final para o descarte de resíduos gerados.

    Este documento lhe assegura que seus resíduos estão sendo encaminhados para um local adequado e nunca serão despejados em um lixão ou de outra forma não correta.

    Lembrando que por lei, você e a sua empresa, são corresponsáveis pela destinação final dos resíduos e caso este, de alguma forma causem algum dano ambiental, mesmo tendo sido encaminhados de forma correta.

    A forma mais adequada para a destinação final de resíduos contaminados é encaminhá-los para o coprocessamento, ou seja, seus resíduos serão queimados em fornos de fábricas de cimento e a fuligem gerada será incorporada ao cimento que é fabricado, terminado aí a sua corresponsabilidade.


OFERTA COMBINADA DE COLETA E DESCARTE DOS RESÍDUOS

Proposta para Coleta de Resíduos

Visto o conjunto de resíduos recicláveis e contaminados, uma simplificação é necessária para otimizar o processo de coleta de resíduos.

Uma sugestão, quanto a estrutura de empresa coletora de resíduos é que esta ofereça soluções para englobar a maior quantidade de resíduos e realizar a coleta em uma ou duas coletas mensais.

Deste modo, haverá a redução de empresas coletoras e menor frequência de coletas mensais.


Vou continuar este assunto em outro artigo!
Inscreva-se no site para ser informado da continuação deste artigo

Contatos: (41) 3598.6964 (41)99956.9964 [email protected]

Avaliação do Usuário: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa